[…]

por Caê Jansen*

Passos cautelosos
Sempre levam
A lugares monótonos
Se não estamos em movimento
Tudo em nossa volta
Repentinamente para

Uma voz irritante na cabeça
À procura de guerra ou paz
Atormenta madrugada adentro
Enquanto os sentidos alterados
Perseguem a sobriedade

Movimento é vital para o ser
Nenhum de nós deve estagnar
Quebrar regras é
A real evolução
Caminhos sem pedras
Levam a lugar nenhum

_____

*Caê Jansen esteve sempre muito insatisfeito. Com seus empregos e limitações. Com o mundo. Busca controlar o ego e os pensamentos mais sombrios. Para isso, mergulhou de cabeça na escrita e na música. Tem na educação social sua ferramenta para tentar transformar o mundo. O coletivo lhe agrada, o psicodélico lhe atrai. Não tem formação, nem formatação. Ama arte. Caê escreve às terças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *