obsolescer

por David Plassa

Houve um tempo em que eu acreditava nas músicas da minha playlist
Na felicidade dos meus gatos
— Eu até brincava com eles

Naqueles tempos em que eu esperava o dia nascer sem um real no bolso
E até zombava da própria sorte

Tempos em que eu demorava em cada livro
Me apaixonava por suas musas
Anotando trechos por guardanapos

Houve um tempo em que houve um grande amor
um melhor amigo
um pouco de sonho entre tantos delírios

Não faz tanto tempo
Há apenas algumas centenas de ansiolíticos
Meia dúzia de internações

Tentativas de equilíbrio
enquanto explodo de desejos
E o desespero intracelular tensionando a minha existência
Para horas que não passam nem meia hora depois