amor ao próximo

por David Plassa

I

Glauco manteve a calma diante do caixa porque não dava a mínima para o fato da filha de Tereza estar chorando há dias, afinal era a única aluna do 4º B a não ter o material didático completo por falha no sistema de entregas da livraria.

Tereza por sua vez não se importou nem um pouco com o primeiro dia de Kleberson como manobrista e protocolou uma reclamação por escrito ao estabelecimento devido à demora no recebimento da SUV 2.0 Diesel que tanto prezava.

Assim, Kleberson não pensou duas vezes quando entrou no ônibus bêbado ao fim do expediente e agrediu com um soco na orelha o motorista Waldinei, que chamava-lhe a atenção pelo volume de voz empregado dentro do veículo.

Ao final, Waldinei com dores e ódio não demonstrou nem um átimo de preocupação ao passar como um raio pelo braço em sinal de parada de Glauco, ávido por chegar o quanto antes em casa após um longo e cansativo dia.